Por Solution Contabilidade-01/12/2018

Foi publicado em 28/11/2018 o confuso Decreto dispondo sobre aplicabilidade da substituição das carnes.

Ficou estabelecido à aplicabilidade da substituição tributaria nas aquisições interestaduais de carnes especificadas nos itens 83.0 a 87.2 do capítulo 17 da parte 2 do Anexo XV do RICMS/MG, nas seguintes  hipóteses:

a) às operações promovidas pelo poder público, que destinem mercadorias submetidas ao regime da ST a estabelecimento industrial fabricante da mesma mercadoria ;

b) às operações promovidas por estabelecimento industrial em retorno ao estabelecimento encomendante da industrialização;

c) às transferências promovidas entre estabelecimentos do industrial fabricante, exceto quando destinadas a estabelecimento varejista, hipótese em que a responsabilidade pela retenção e recolhimento do imposto recairá sobre o estabelecimento que promover a saída da mercadoria com destino a outro contribuinte;

d) às operações que destinem mercadorias submetidas ao regime da ST a contribuinte detentor de regime especial de tributação de atribuição de responsabilidade;

e) às mercadorias sujeitas a ST, para as quais haja previsão de isenção do ICMS nas operações internas, subsistindo o regime de substituição tributária apenas em relação às demais mercadorias constantes do item;

f) - às operações realizadas entre estabelecimentos de empresas interdependentes, conforme previsão em dispositivos específicos da legislação tributária mineira.

É importante observar que as operações mencionadas acima, quando realizadas com as demais mercadorias, são hipóteses de inaplicabilidade da substituição Tributária.

Lembramos ainda que as operações realizadas entre o varejista e abatedouro (Ver aqui ), referente o abate de gado, continuam  sujeitas a substituição tributaria no momento do retorno da carne ao estabelecimento varejista, nos termos do   §3º Art. 18 do Anexo XV RICMS/MG.

Não se aplica a ST, ainda que em operação Interestadual quando:

1. Operações destinadas a estabelecimento Industrial como matéria prima, desde que este estabelecimento  não comercialize a mesma mercadoria;

 2. As operações com mercadorias produzidas em escala  industrial não relevante, nos termos do art. 18-A do Anexo XV do RICMS /MG.

Entendemos também que os atacadistas de carne que promover industrialização por encomenda, cuja atividade principal seja classificada na CNAE 4634-6/02 ou 4634-6/99, estão desobrigados do recolhimento da ST na entrada, atribuindo a responsabilidade do recolhimento para o momento da saída, conforme  §6º Art. 18 do Anexo XV RICMS/MG.

Os contribuintes que possuírem Regime Especial de Tributação  – RET que desobrigam  o recolhimento da ST na entrada, nas hipóteses mencionadas acima , deveram a partir da vigência do decreto apurar  o ICMS/ST  no momento da entrada dessas mercadorias em território mineiro.

As empresas que obtiverem  em estoque, mercadorias  adquiridas nas operações mencionadas  anteriormente deverão  inventaria-las  no dia 30/11/2018 e apurar o ICMS/ST devido sobre o estoque dessas mercadorias, que deverá ser recolhido até dia 09/01/2019.

Infelizmente o Decreto publicado em 28/11/2018  entra em vigor em 01/12/2018.

 

 

PRODUTOS:

 

83.0 -  Carne  de gado bovino, ovino e bufalino e produtos comestíveis resultantes da matança desse gado submetidos à salga, secagem ou desidratação;

84.0 - Carne de gado bovino, ovino e bufalino e demais produtos comestíveis resultantes da matança desse gado frescos, refrigerados ou congelados

85.0 - Carnes de animais das espécies caprina, frescas, refrigeradas ou congeladas;

86.0 - Carnes e demais produtos comestíveis frescos, resfriados, congelados, salgados ou salmourados resultantes do abate de caprinos;

87.0 - Carnes e demais produtos comestíveis frescos, resfriados, congelados, salgados, em salmoura, simplesmente temperados, secos ou defumados, resultantes do abate de aves, exceto os descritos no CEST 17.087.02;

87.1 - Carnes e demais produtos comestíveis frescos, resfriados, congelados, salgados, em salmoura, simplesmente temperados, secos ou defumados, resultantes do abate de suínos;

87.2 - Carnes de aves inteiras e com peso unitário superior a 3 kg, temperadas.

**imagens internet

Matriz: Rua Luiz Junqueira de Carvalho, 201 
Bairro Medicina
Cidade: Pouso Alegre/MG
Telefones: (35) 3422-2963/(35)3421-6731/
(35) 3025-2963
E-mail:consultoria@solutioncontabilidade.com

WhatsApp

Filial: AV. Wenceslau Bráz, 730, SL 03 

Bairro Centro

Cidade: Varginha/MG

Telefone: (35) 3212-9034

consultoria@solutioncontabilidade.com

  PORTAL DO CLIENTE  

© Copyright © 2019 - Solution Contabilidade